Máscara 250gr Murumuru pH3.5 Haskell

11.50 

Máscara de ação em 3 minutos, por ter em
sua fórmula alta concentração de manteiga da castanha Murmuru,
permitindo o preencher das fissuras em toda extremidade dos fios,
nutrindo profundamente, já o suco da batata yacon ajuda na fixação da
hidratação, tendo assim um tratamento prolongado.

Fabricante:  HASKELL
Orígem: Brasil

  • Descrição
  • Informação adicional
  • Avaliações (0)
  • VÍDEOS

Descrição

A manteiga hidratante de Murumuru é
altamente nutritiva e faz um tratamento intensivo nos seus cabelos, pois
penetra profundamente nos fios, preenchendo as fissuras e alinhando as
cutículas deolvendo a elasticidade e a vida aos seus fios.

Sugestão de uso

– Sem petrolatos – pH 3,5 – Ideal
para cabelos secos e sem nutrientes – Tratamento intensivo para seus cabelos

Característica/Ação

Com os cabelos limpos e ainda
úmidos, divida em mechas finas e aplique o produto enluvando bem do comprimento
até as pontas. Deixe agir por 3 minutos, se quiser pode usar uma touca térmica
ou de alumínio para potencializar o efeito do produto. Enxágue bem e finalize
como desejar.

Altamente hidratante e com propriedades emolientes, proporcionam fios nutridos,
sedosos e com um brilho maravilhoso.

O poder umectante do murumuru é ideal para um tratamento intensivo nos
fios, pois é capaz de penetrar profundamente na fibra capilar,
preenchendo as fissuras e alinhando as cutículas, devolvendo a
elasticidade natural do fio.

Com ele, cabelos danificados e sem vida têm salvação, pois oferece uma
poderosa ação nutritiva, que ajuda a deixar os fios mais hidratados e
nutridos, trazendo mais disciplina, controle do volume e combate ao
frizz.

Ativo:
Manteiga de Murumuru

Benefícios:

– Proporciona brilho e hidratação aos cabelos;
– Recupera a elasticidade natural do fio;

– Possui efeito restaurador e emoliente;

– Fios alinhados.

O MURUMURU ( Astrocaryum murumuru Mart)
Bolivia:chonta, chontaloro, pani ou schibo;
Brazil:  murumuru;
Colombia:  chechana, totose;
Equador: Huiango, Unan;
Venezuela: Orocori

Industrialmente, o óleo de murumuru (Astrocaryum murumuru Mart, Bolivia ‘chonta’, ‘chontaloro’, ‘pani’ ou ‘schibo’, Brazil ‘murumuru’, Colombia ‘chechana, ‘totose’, Ecuador ‘ Huiango’, ‘Unan’, Venezuela ‘Orocori’) é obtido pela prensagem das sementes ou das amêndoas em prensas cêsto ou “expeler”, havendo necessidade de moagem preliminar, com moinhos de discos, fortes e resistentes, devido à dureza do material. O rendimento das prensagens raramente excede 34%

Os frutos são constituídos de uma polpa amarelada (28%) e semente (72%). A gordura do murumuru é branca, com muito pouco cheiro e nenhum gosto especial. No clima do Pará conserva-se com uma consistência pouco superior a da vaselina. Ela tem um ponto de fusão superior ao do palmisto e do côco, que a faz ser procurada para ser misturada às gorduras vegetais que fundem a uma temperatura mais baixa. Esta gordura tem a grande vantagem de uma baixa acidez, especialmente se preparada com amêndoas frescas. Quando exportadas para a Europa, elas chegam com uma acidez de 4-5% enquanto que a do palmisto tem acidez às vezes superior a 25%.[2]

A manteiga de murumuru é emprega em loções, cremes, sabonetes condicionadores capilares, máscaras faciais, shampoo, óleos e emulsões, hidratante de pele, produtos para nutrição dos cabelos e restauração de cabelos danificados, ceras depilatórias. Pode ser indicado para o uso em outros produtos como: creme de pentear (cabelo crespo), maquiagem,creme pós-depilatório.

A falta de ácidos graxos na pele causa a perda de H2O na camada trans-epidérmica e conseqüentemente maciez e brilho. Desta forma, este óleo pode ser utilizado também para melhorar a emoliência e hidratação da pele e cabelo. O ácido mirístico é Insolúvel na água e solúvel em etanol. É utilizado em cosmetologia como possível substituto do ácido esteárico, mas principalmente esterificado com o álcool isopropílico dando origem a um óleo muito apreciado pelo seu grau de penetração e estabilidade (miristato de isopropila).[3] O ácido láurico comporta-se como carreador de princípios ativos, pois é capaz de aumentar sua permeabilidade através da pele. Sua atuação se dá de duas maneiras distintas: pela reação com ativos catiônicos, aumentando sua lipofilicidade, ou pela desorganização temporária da camada córnea da pele. Após sofrer reação de neutralização na presença de uma base forte, como NaOH, o ácido láurico comporta-se como emulsionante, estabilizando emulsão do tipo óleo em água. O ácido oléico pode ser utilizado como promotor químico de absorção, uma vez que é capaz de melhorar a difusão de princípios ativos pelo estrato córneo. Esta propriedade é explicada por sua capacidade em modificar, de forma reversível, a resistência do mesmo ou pela reação entre este ácido e ativos catiônicos, gerando sais com um caráter lipofílico maior. A vitamina A, atua como antioxidante, diminuindo a degradação lipídica causada pelos radicais livres, pois é capaz de absorver as radiações solares, formando um radical menos reativo. Esta propriedade é explicada pela presença, em sua estrutura, de uma série de duplas ligações conjugadas, capazes de estabilizar o elétron desemparelhado por ressonância. Devido a sua instabilidade oxidativa, a vitamina A é normalmente empregada em conjunto com outras vitaminas, como a vitamina C. Estudos sobre a absorção de vitamina A pela pele mostraram que esta é maior quando o princípio é associado a uma base autoemulsificante, na presença de álcoois graxos com tensoativos aniônicos e não-iônicos. Assim, todos estes compostos químicos presentes no óleo de murumuru atuam de forma sinérgica podendo ser aplicado em loções, cremes, sabonetes, condicionadores capilares, máscara facial, entre outros, a concentração do óleo deve ser de 1 a 5%

Informação adicional

Peso 0.4 kg

Avaliações

Não existem opiniões ainda.


Apenas clientes com sessão iniciada que compraram este produto podem deixar opinião.

Adicionou este produto ao carrinho:

error: Content is protected !!